fbpx

FatosOnline.com

Fatos e fatos a cada instante.

Na tarde desta terça-feira (10), o ministro Waldez Góes se reuniu com o governador Jorginho Mellompara debater o apoio do Governo Federal aos municípios atingidos e planejar a visita ao estado nesta quarta-feira (Foto: Dênio Simões/MIDR)

Força-tarefa federal vem a SC para acelerar apoio a municípios atingidos por fortes chuvas

Defesa Civil Nacional reconheceu situação de emergência em 82 cidades e já iniciou repasse de recursos para atendimento à população afetada

Uma força-tarefa do Governo Federal, coordenada pelo ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, estará, nesta quarta-feira (11), em Santa Catarina, onde visitará municípios atingidos por fortes chuvas nos últimos dias. A previsão é que a comitiva desembarque em Navegantes no início da manhã, siga para Blumenau, onde será realizada reunião com prefeitos e parlamentares, e realize sobrevoo e visita às cidades mais afetadas, entre elas Rio do Sul e Taió.

Na tarde desta terça-feira (10), Waldez Góes se reuniu com o governador de Santa Catarina, Jorginho Mello, para debater o apoio do Governo Federal e planejar a visita ao estado nesta quarta-feira. O ministro também participou, pela manhã, de reunião com a participação de parlamentares, prefeitos e gestores catarinenses, além de representantes de outros ministérios, como da Saúde (MS) e do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).

“Por determinação do presidente Lula, iremos amanhã a Santa Catarina para conferir in loco a situação e para agilizar o apoio do Governo Federal aos municípios afetados”, destacou Waldez Góes. “Já reconhecemos, de forma sumária, a situação de emergência em 82 cidades atingidas pelas fortes chuvas [https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-3.132-de-9-de-outubro-de-2023-515434161]. Com isso, eles já podem solicitar recursos para ações de defesa civil, que incluem assistência humanitária, restabelecimento de serviços essenciais e, em um segundo momento, reconstrução de infraestrutura e moradias destruídas pelo desastre. Vamos disponibilizar todos os recursos que forem necessários”, explicou.

O MIDR também autorizou o envio de recursos ao governo do estado para atendimento à população da Terra Indígena Laklãnõ Xokleng, em José Boiteux. Novos repasses serão feitos nos próximos dias, conforme os planos de trabalho forem apresentados pelos municípios atingidos e avaliados pela área técnica da Defesa Civil Nacional. “O Governo Federal dará todo o suporte necessário para superarmos mais esta situação. Inclusive, seis aeronaves foram enviadas para apoiar a Defesa Civil de Santa Catarina, nos próximos dias, para as ações de resgate”, destacou o ministro.

O governador Jorginho Mello agradeceu o apoio do Governo Federal. “O ministro Waldez Góes nos orientou sobre os procedimentos necessários para o aporte de recursos às cidades atingidas. E se prontificou a ajudar diretamente os prefeitos para que as cidades possam ir reiniciando a vida o quanto antes”, afirmou. “Com os reconhecimentos de situação de emergência, os municípios já podem realizar seus planos de trabalho e entrarem com os pedidos de repasse”, destacou Mello.

Grupo de Apoio a Desastres

Dois membros do Grupo de Apoio a Desastres (Gade) já estão no estado e iniciaram, nesta terça-feira, a avaliação dos danos e a orientação de agentes locais na elaboração dos planos de trabalho para liberação de recursos, para que as cidades retomem sua normalidade o mais rápido possível.

“A sinergia entre as defesas civis nacional, estaduais e municipais é fundamental para minimizarmos os danos causados pelos desastres naturais. Começamos a fazer reuniões antes mesmo de as chuvas acontecerem”, informa o ministro Waldez Góes. “Há um monitoramento feito por uma sala de situação do Governo Federal que emite alertas e relatórios diariamente. Estamos em contato com o governador Jorginho Mello desde o sábado, para trocar informações e ajustar a maneira mais eficiente de atender toda a população de Santa Catarina”, completou.

José Thomé é prefeito de Rio do Sul, uma das cidades afetadas. Ele falou sobre a situação na localidade. “Rio do Sul foi duramente afetada. Temos cerca de 1,3 mil pessoas em abrigos e 9 mil desalojados. O nível do rio atingiu dez metros e 91 centímetros. Temos recebido muita assistência por parte do governo do estado e do Governo Federal, as pessoas estão recebendo mantimentos. Dá pra ver um alinhamento positivo e eu me coloco a inteira disposição para contribuir com informações”, afirmou.

Capacitação

Também nesta terça-feira, a Defesa Civil Nacional realizou uma capacitação dos gestores locais para operar o Sistema Nacional de Informações sobre Desastres (S2iD). É por meio dessa plataforma que os entes subnacionais fazem e acompanham as solicitações para a Defesa Civil Nacional. “A ideia foi esclarecer, de uma maneira geral, as dúvidas e orientar quem tem pouca habilidade com o nosso sistema”, explicou o secretário.

Agenda do Ministro da Integração

O roteiro da comitiva do Governo Federal com a deputada Ana Paula Lima (PT) para avaliar a situação das chuvas em Santa Catarina nesta quarta-feira (11). O Ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, está confirmado e a Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, também deve compor a comitiva.

08h30 – Desembarque no Aeroporto Ministro Victor Konder em Navegantes/SC – Endereço: R. Osmar Gaya, 1297 – Meia Praia, Navegantes – SC

08h45 – Decolagem, de helicóptero, de Navegantes/SC para Blumenau/SC

09h05 – Pouso em Blumenau/SC – Local: SESI

09h30 – Visita as áreas atingidas em Blumenau/SC

11h00 – Reunião com prefeitos e defesa civil e Assinatura do Pacto das Águas com o Governo do Estado de Santa Catarina. Local: Prefeitura de Blumenau/SC.

11h45 – Coletiva de imprensa – Local: Prefeitura de Blumenau/SC

12h30 – Almoço (a definir)

13h30 – Decolagem, de helicóptero, de Blumenau/SC para Taió/SC (sobrevoo à represa)

14h00 – Visita as áreas atingidas em Taió/SC

15h30 – Decolagem, de helicóptero, de Taió/SC para Rio do Sul/SC

16h00 – Visita as áreas atingidas em Rio do Sul/SC

17h30 – Decolagem, de helicóptero, de Rio do Sul/SC para Navegantes/SC

18h15 – Pouso no Aeroporto Ministro Victor Konder em Navegantes/SC

18h00 – Decolagem, em voo FAB, de navegantes/SC para Brasília/DF

Ministro do Turismo

Devido às fortes chuvas que afetam Santa Catarina, o Ministro do Turismo Celso Sabino reagendou sua visita para o estado, que aconteceria nesta quarta-feira (11). O Ministério firmou um convênio de R$ 50 milhões com o BRDE e segue comprometido na recuperação dos desastres naturais e na revitalização do setor em Santa Catarina. A nova data da visita será divulgada em breve.

Sobre o Autor

Compartilhe este Fato: