fbpx

FatosOnline.com

Fatos e fatos a cada instante.

Os presidentes Alberto Fernández (Argentina) e Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto. Foto: Ricardo Stuckert / PR

Presidente Lula recebe Alberto Fernández e celebra integração com a Argentina

No aniversário de 200 anos das relações diplomáticas com o país vizinho, líder brasileiro enfatiza a oportunidade de ampliar relações comerciais e parcerias

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu o presidente da Argentina, Alberto Fernández, nesta segunda-feira, 26/6, em Brasília. A visita de Estado tem como principal tema a comemoração dos 200 anos das relações diplomáticas entre os dois países, firmadas em 1823, após a independência do Brasil.

>> Íntegra do discurso do presidente Lula

No encontro, Lula falou sobre investimentos em infraestrutura e destacou a importância da retomada de uma parceria mais profunda com o país vizinho. “É muito importante que Brasil e Argentina estejam coesos na iniciativa de reconstrução da unidade política sul-americana”, declarou.

Em discurso no Palácio Itamaraty, o presidente brasileiro citou que há potencial entre as duas nações para um crescimento expressivo nas relações comerciais. “Nosso intercâmbio comercial pode superar a cifra de 40 bilhões de dólares que atingimos em 2011. Construímos uma relação baseada na troca de bens de alto valor agregado e na integração produtiva de nossas economias. Nossos investimentos recíprocos são responsáveis por quase cem mil empregos”, afirmou o presidente Lula.

Fernández agradeceu o discurso do presidente Lula durante a Cúpula por um Novo Pacto de Financiamento Global em Paris, na semana passada, e os esforços do brasileiro para ajudar o país vizinho. “Vi o que você falou em Paris sobre a relação do FMI com a Argentina, e agradeço sua assinatura na carta enviada ao Joe Biden (presidente dos Estados Unidos), que ajudou a mobilizar os demais líderes da América Latina”.

BNDES – O presidente argentino também contou sobre os avanços na construção do gasoduto Néstor Kirchner em seu país. A obra conta com financiamento do BNDES para a exportação de produtos brasileiros que auxiliam na construção do gasoduto. Na semana passada, o primeiro trecho do projeto entrou em operação.

Fernández falou sobre a transição do comando temporário do Mercosul, que está com seu país até o fim do ano. “Vamos deixar tudo organizado para passar a Presidência do ao Brasil”, disse. Os dois presidentes também falaram sobre o processo eleitoral na Argentina e sobre a importância de ampliar a integração sul-americana.

Relações bilaterais – A Argentina foi o primeiro país a reconhecer a independência do Brasil, em 1823. Hoje, é o principal parceiro comercial e diplomático do país na América do Sul. Ambos respondem, juntos, por dois terços do território, da população e do PIB do continente.

A integração econômica bilateral fortalece a economia e a indústria dos dois países. O capital brasileiro está presente em diversos setores da economia argentina, como siderúrgico, petrolífero, bancário, automotivo, têxtil, calçadista, de máquinas agrícolas, de mineração e de construção civil.

Em 2022, o volume de comércio entre Brasil e Argentina foi de US$ 28,4 bilhões, dos quais as exportações brasileiras para o país vizinho responderam por US$ 15,3 bilhões e as importações de produtos argentinos foram da ordem de US$ 13,1 bilhões. A Argentina ficou em terceiro no ranking mundial de parceiros do Brasil tanto em exportações quanto importações, e primeiro na América do Sul.

Sobre o Autor

Compartilhe este Fato: